23.2.17

Grão Fino, Sem glútem e sem lactose

Sabe um lugar onde tem pão de queijo, torta, almoço, bolo de nozes, bolo de chocolate.... e TUDO Sem Glúten e Sem Lactose?? No Grão Fino!



O mais legal é que a criação da Padaria, que fica no Itaim, tem tudo a ver com o esporte. Em especial, o tênis. Como assim? 
Os donos do local se inspiraram no tenista Novak Djokovic, que é filho de dono de pizzaria e, quando parou de comer glúten, melhorou seu rendimento e começou a ganhar vários campeonatos.

Os donos então decidiram fazer a experiência de ficar sem glúten por 4 meses e perceberam a dificuldade de encontrar alimentos que se encaixassem na dieta. Começaram a fazer as próprias receitas funcionais, aproveitaram o negócio na internet, e com o sucesso resolveram abrir a Padaria Grão Fino. 

O cardápio está em constante experimento, sempre tem uma novidade!
O produto mais vendido é o pão chamado "Low Carb", feito com farinha de psyllium, de amêndoa e linhaça.



Nós provamos o famoso Pão de Queijo (só que não..rs), muffin salgado de abóbora, o bolo de nozes com cenoura, maçã e cranberry, entre outros! O sabor é incrível! 
Tem saladas diversas, tapiocas, bolos, tortas doces, salgadas, tudo muito criativo! E tudo sem glúten e sem lactose.





OBS: para os donos dos amigos caninos de 4 patas, tem um espacinho reservado para quem visita o local e vai com cachorro. Muito fofo!


Local: Rua Pedroso Alvarenga, 672 - Itaim Bibi
11. 3078-6062
Horários: de 2ª a 6ª - 7h as 20h
Sáb, Dom e Feriados - 8h as 19h.

www.sougraofino.com.br
@graofino


2.2.17

La Guapa - Empanadas, com opção FIT e Vegana

Fui visitar um dos restaurantes da Paola Carosella aqui em São Paulo, o La Guapa, que oferece diversas opções das tradicionais Empanadas Argentinas.




Gostei que tem uma opção do menu vegana e também uma mais FIT:

- Cremosa com Espinafre, Brócolis Frescos e Mussarela

- Vegana: Massa feita com flocos de Quinoa e azeite de oliva extra virgem e recheio de espinafre fresco, abóbora, abobrinha e nozes pecã.



(Ingredientes da Empanada Veganaflocos de quinoa e azeite de oliva e recheio de espinafre, brócolis, abóbora, abobrinha e nozes)

- Salada: Alfaces, Rúculas e Ervas Frescas, azeite de oliva e limão siciliano.
Com opções de acompanhamentos: queijo meia cura, nozes, castanhas torradas, tomatinhos cereja.



Aprovadíssimo!!

Os endereços são:

Itaim: R. Bandeira Paulista, 446 - São Paulo
11. 3079-2631
Jardins: Al. Lorena, 1731 - São Paulo
11. 4116-4364
Pinheiros: Rua dos Pinheiros, 248B - São Paulo
11. 3061-3661

http://www.laguapa.com.br/
@laguapasp


1.2.17

Como melhorar a potência da corrida com CORE




O CORE é formado pela musculatura que circunda nosso centro de gravidade (a região próxima ao umbigo). Basicamente, são os músculos abdominais, da região lombar, pelve e quadril (Teixeira, 2014).

Portanto, esta musculatura da região do core é a responsável pela sustentação e estabilidade de praticamente todos os movimentos do nosso corpo. Neste sentido, é fundamental que qualquer pessoa tenha seu Core fortalecido e estabilizado.

O fortalecimento do CORE, nosso centro de energia, ajuda a diminuir a força dos impactos nas extremidades (joelhos, meniscos, calcâneo, etc). 

Uma vez que você aumenta a energia direcionada pelo core, (região do abdomen, quadril, lombar), equilibra assim a distribuição de forças para outras partes do corpo, normalmente mais exigidas. Evitando assim sobrecarga e lesões a longo prazo. Aumentando equilíbrio, agilidade, potência e velocidade. Além de melhorar a postura e pode ser usado para base de treinamento para todos os esportes!

E claro, também na corrida! Faça o teste e veja seu rendimento melhorar!

Alguns exercícios que você pode adicionar ao seu treinamento semanal, para sentir aquela diferença na hora de correr melhor e mais rápido:




Avanço Kettlebell Unilateral (10 rep cada lado, ou 1 min, progressivo)

Back Extension (30 rep ou 1min progressivo)

Rip Raise (30 rep ou 1min progressivo)

Kettlebell Swing (30 rep ou 1min progressivo)

Single Leg ROW - (10 rep de cada lado ou 1 min progressivo)

Abs Twist (40 rep ou 1 min progressivo) 




Dicas de Alimentos para PRÉ-TREINO

Hoje fui visitar a nutricionista Giovana de Lucca, além de me mostrar o consultório novo dela, que está lindo, ela fez alguns testes em mim.
Um deles mostrou que eu tenho uma certa "intolerância" ou resistência ao trigo/glúten e também componentes da lactose.

O mais legal foi que ela deu uma dica muito prática pra quem quer emagrecer de uma forma saudável, sobre que comer antes de treinar.

Vem ver o vídeo e as dicas a seguir:


video


  • Qual é a importância de se alimentar corretamente antes do treino?

A alimentação representa 70% nos resultados esperados com a atividade física. Uma nutrição correta melhora o rendimento nos treinos, recuperação muscular, perda de gordura corporal e aumento de massa muscular, além da melhora na saúde.

Para um ganho de massa muscular ou emagrecimento, é necessário um cardápio adequado, contemplando os seguintes nutrientes/alimentos: carboidratos complexos, vegetais, frutas, gorduras boas (abacate, azeite de oliva, coco) e proteínas, consumidos em porções e horários adequados.

  • Quais são os melhores alimentos para serem consumidos antes do treino? Por quê?

Depende do seu objetivo:
 - Para quem procura emagrecimento, o ideal é ter baixo carboidrato e mais fonte de gorduras e/ou proteínas, como por exemplo abacate, coco fresco, castanhas E/OU ovo, queijo branco sem lactose, queijo de búfala, iogurte natural sem lactose. Mas para quem esta começando na atividade física ou com uma alimentação mais regrada, é impotente conter também uma quantidade pequena de carboidratos complexos,  que são ricos em  fibras em sua constituição, por exemplo a aveia, o pão integral e o arroz integral.

- Já para quem quer ganhar massa, é preciso conter uma boa quantidade de carboidratos complexos,  par maior aporte de energia, retardar a fadiga e diminuir o risco  de lesões, permitindo assim um treinamento mais intenso e mais consistente.

  •    Qual a quantidade indicada?

A quantidade irá variar da intensidade do exercício, objetivo (ganho de massa ou emagrecimento), sexo e peso.

  • Quanto tempo antes do treino devemos comer?

Deve ser consumido por volta de 30 minutos antes de iniciar a atividade física. Esta conduta tem como objetivo evitar possíveis desconfortos gastrointestinais e garantir um treinamento mais eficiente.

  •  Quais alimentos não são indicados? Por quê?

Alimentos como carne vermelha, frituras, embutidos devem ser evitados pré e pós treino, pois são de difícil digestão e contém um excesso de sódio desregulando  a pressão, levando ao cansaço e fadiga.

  •  Faz mal treinar em jejum? Qual é a recomendação?

Quando acordamos, estamos praticamente sem glicose (açúcar) na corrente sanguínea, uma vez que estamos, em média, de 6 a 10 horas sem ingestão de alimentos.
Uma pessoa que pratica atividade física aliada com uma boa alimentação a mais de um ano, pode ter uma capacidade de manter a homeostase ( equilíbrio) energético durante o treino mesmo estando em jejum, mas tem que ser exercício de baixa intensidade e de duração no máximo de 30 minutos. Mas uma pessoa que não está bem condicionada, poderá ter tonturas, náuseas, vômitos e até desmaios, sem qualquer benefício para o corpo.


  • A alimentação pré-treino muda dependendo do período do dia (manhã ou noite)?

De maneira geral, o pré treino é o mesmo tanto no período da manha quanto a noite, pois o treino seria o mesmo.

  •        Qual  seria uma sugestão de lanches pré-treino?

- Opção emagrecimento: ovo mexido com cúrcuma e chia e suco verde;
- Opção ganho de massa: 1 batata doce OU tapioca com ovos mexidos e 100 ml de  suco de uva concentrado com 100 ml de chá de capim limão;


Dra. Giovana De Lucca- Nutricionista graduada pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUC-PR, formação em nutrição estética e suplementação pelo IPGS,  esportiva pelo INEN, pós-graduada em Gestão da Qualidade na Produção de Alimentos (PUC-PR), especialista em Obesidade, Emagrecimento e Saúde pela UNIFESP e pós graduação em Nutrição Clínica Funcional ( VP consultoria).