14.3.16

Dicas Práticas para fazer uma Corrida de Rua

Quem me acompanha há tempos sabe que eu amo corrida de rua! Amo a energia, ouvir os passos de todo mundo ao mesmo tempo, a animação das músicas, os brindes e barracas de produtos, e lógico, pegar a medalha na chegada!!

Hoje em dia tem muitas corridas de rua pelo país, praticamente todos os finais de semana tem alguma corrida. Por isso temos que ficar atentos à organização desses eventos, que algumas vezes pode se tornar um "caça níquel" para empresas de assessoria esportiva e uma péssima experiência para quem corre. Fiquem atentos à alguns detalhes que podem fazer a diferença. Mas como escolher a melhor experiência de corrida de rua? 

Cuidados com os trechos, se tem acompanhamento médico, atendimento ao corredor, a localização, segurança no local e informações que ajudam a ter a melhor experiência. Por que acordar cedo pra sofrer, ninguém merece... kkkkk.

Eu já cheguei a fazer mais de 12 corridas no ano (oficialmente, nada de pipoca não, pagando os kits, e etc.) E digo que tem muitas corridas "famosas", de "NOME" e grande visibilidade comercial, que deixaram muito a desejar no quesito organização, segurança e atendimento.. Lembre-se: corrida famosa não significa corrida bem organizada. Meus comentários de cada uma delas está aqui nessa matéria "Experiência: As corridas mais famosas". Clica ai para ler algumas experiências e deixe seus comentários  lá, se você teve alguma experiência positiva ou negativa de alguma corrida de rua.

Já corri em situações de adversidade de tempo, onde você não pode controlar, como chuva forte, sol escaldante, frio de sangrar o nariz, e também em situações que a organização do evento não estava preparada, escolhendo trechos perto de rios com cheiro de esgoto, ou com carro passando do meu lado, bicicletas atravessando a pista de corrida, falta de sinalização, pisos muito irregulares (torções, muito lixo na rua, raízes de árvores saindo do asfalto), assaltos e outras diversas situações nada agradáveis para uma prática de atividade física saudável.

Por isso atenção para esses detalhes antes de escolher o Calendário da sua Corrida de Rua:

HORÁRIO:
 O horário de uma corrida é importante pela questão de segurança e saúde. Uma corrida de começa as 8h da manhã, por exemplo, em época de muito calor, se for de 10k, você pode finaliza-la por volta das 9h30, com calor de até 30º graus, é muito desagradável. Já estive em uma corrida de 21,6k, que era pra iniciar as 18h, na USP, e mudaram o horário para as 20h, eu fui correr por volta das 22h da noite, sem iluminação alguma nem segurança. Lembre-se que se a largada é as 7h da manhã, o ideal é você chegar pelo menos as 6h, estacionar o carro, se locomover, guardar itens no guarda-volumes, se hidratar, verificar vestimentas, frequencimetro e ficar no seu local de largada tranquila e animada! Chegue sempre antes! 

PERCURSO E LOCALIZAÇÃO:
 Algumas corridas passam por lugares de subida e descida, se você não estiver bem preparado fisicamente, pode se lesionar ou fadigar. Outro detalhe é se passa próximo de algum rio, ou Marginal de cidade grande, dependendo da época do ano em que não chove, o cheio é insuportável, a garganta fica doendo, respiração pode ser comprometida e seu rendimento pode ser afetado. Outra questão é a segurança. Alguns lugares são trechos nada seguros, existem vários relatos de assaltos e roubos de relógios, ipods, celulares, tênis, durante a corrida, caso a organização não tenha um esquema de segurança bem preparado e acompanhamento integral do percurso.
Outra observação é se o trecho será fechado exclusivamente para a corrida, ou se terão que correr na mesma via que carros, motos e bicicletas. Já vi motoristas irritados com o transito sem respeitar o corredor e avançando as faixas de demarcação.
Se a organização do percurso escolhe "qualquer rua", você pode se deparar com raízes e troncos de árvores, lixos, etc. A iluminação das vias também é um ponto importante. Se for alguma corrida noturna,se não possuir iluminação correta para a corrida, o ideal é que a organização providencie iluminação adequada para evitar quedas, tropeços e outras situações.

ÉPOCA DO ANO
 Durante certas épocas do ano, uma corrida logo cedo pode ser em baixíssimas temperaturas, por isso é necessário usar vestimentas adequadas, como também altas temperaturas e baixa umidade, dificultando a respiração. Muito calor também pode afetar seu rendimento e ser prejudicial para sua saúde. Usar protetor solar, viseira para não afetar sua visibilidade do percurso, hidratação e alimentação correta ajudam a superar esses obstáculos.

PONTOS DE HIDRATAÇÃO E ATENDIMENTO:
 Uma corrida deve ter pontos de hidratação espalhados ao longo do percurso, de maneira estratégica. Como também atendimentos médicos, para possíveis cãibras ou leves torções, ou alterações de pressão, etc. Algumas organizações optam pelo atendimento em movimento além do ambulatório fixo, onde sempre tem uma pessoa de bicicleta, bem sinalizada, com primeiros socorros. Excelente ideia! 
Pegar os copinhos de águas do chão (algumas organizações deixam em lonas, NO CHÃO!) é muito inconveniente e nada higiênico! Você perde o rítmo da corrida. (O ideal é um ponto de hidratação mais próximo da metade do trajeto do que do início, se for de 5k, e outro quase no ultimo km). O que tiver menos que isso já está ficando pra trás. Para 10k o ideal são mais de 4 pontos.

SINALIZAÇÃO:
 Verifique antes onde será a largada, a chegada, a distância para banheiros e atendimento médico. O guarda volumes nada estratégico pode fazer você perder a hora da largada. Ou as grandes filas para retirar os kits. Uma corrida mal sinalizada pode ser uma péssima experiência.

ESTACIONAMENTO:
 Verifique a região do estacionamento autorizado, valores e lotação máxima. Fatos como: ficar pra fora do estacionamento e perder a hora, parar em locais nada seguros, com flanelinhas cobrando às vezes o dobro do estacionamento autorizado, ter que andar longas distâncias até o local da corrida, segurança do deslocamento, etc.

REVEZAMENTOS:
 Lembre-se de verificar sua ordem de largada. Se você se alimentar para largar as 7h da manhã, porém seu grupo escolher você para largar por último, você pode ficar desidratado, com fome, cansado de esperar de pé e não ter o mesmo rendimento que deseja. Leve alimentos leves, sachês, frutas, isotônicos e fique de olho no banheiro também. O local de espera/troca/revezamento deve ser bem sinalizado para que sua equipe não seja prejudicada no tempo e nem você no seu rendimento. 

Lembre-se de dormir uma noite tranquila de sono, se alimentar e hidratar corretamente antes e após a corrida. Se você for com amigos, a experiência fica mais ainda mais divertida! Quem gosta de correr com música, escolher a ordem das músicas antes, para não perder o rítmo. Deixe seus itens separados na noite anterior. Use um tênis confortável e apropriado. Nada de estrear tênis novo no dia da corrida. 
E supere-se a cada passada! Divita-se!

Lolla

Experiência: As Corridas de Rua Mais Famosas



Já cheguei a fazer diversas corridas oficiais por ano, como comentei na matéria "Dicas Práticas para fazer uma Corrida de Rua" e escolhi algumas mais famosas do percurso de São Paulo e Interior de SP para fazer algumas observações. Juntei um grupo de amigos e amigas para me acompanhar. E depois fizemos algumas perguntas para pessoas aleatórias após as corridas, para obter esse resultado e comentar as corridas mais famosas de SP.

Algumas corridas me encantaram pela estratégia, organização, atendimento e percurso. Uma delas foi a Maratona de Revezamento Pão de Açúcar. Trechos bem estudados e planejados, sinalização e orientação em todo o trajeto, atendimento médico ambulante e físico, sinalizações das distâncias, trocas e locais de revezamento bem elaborados, amplos e sinalizados. O percurso tem algumas subidas e descidas, mas tudo ok, pra quem treinou.

Outra delas foi a Disney Magic Run, (esse ano será em Agosto, mas sem maiores informações ainda no site da Corpore), local e estrutura logistica bem sinalizadas, estacionamento, trecho ótimo de corrida (apesar de não ser nada fácil), segurança, atendimento médico em todo o trajeto. O único fato desagradável foi o horário da corrida no final, fecharam uma faixa de carro com divisão de fita para os corredores, em plena 23 de maio, nos kms finais. Não muito seguro, para essa parte. No restante foi sensacional!! Fotos com personagens, etc. Além do mais, essa corrida de 10k costuma ter um outro evento de Caminhada de 3km acontecendo para pais com crianças, com os personagens da Disney. Muito divertido! A premiação para o primeiro lugar feminino e masculino na corrida, é nada mais nada menos que uma viagem de 5 noites  para o Walt Disney World Resort, em Orlando, com direito a 1 (um) acompanhante. Passagem aérea ida e volta São Paulo/Orlando/São Paulo em classe econômica, hospedagem em Hotel de categoria econômica do complexo Disney, alimentação (no valor de R$100,00 por dia por pessoa, creditados em um gift card) e ingressos para os 4 parques da Walt Disney World estão incluídos (Magic Kingdom, Epcot, Disney´s Hollywood Studios e Disney´s Animal Kingdom). Fácil né?




Outra novidade ainda nesse mesmo assunto Disney, foi a Princess Magical Run, que teve sua 2ª Edição em Março de 2016. 






































A minha favorita sempre foi a Track & Field Run Séries. Retirada de kits estratégica (dentro de uma loja Track & Field), atendimento maravilhoso, percurso sempre sinalizado, os kits são completos, e vale o preço, vias fechadas e sinalizadas. Sempre tem um pessoal no trajeto apoiando, incentivando e orientando os corredores. 




Algumas corridas como WRUN, Run The Night, Athenas, da Iguana Sports deixaram a desejar... Já tive vários problemas com várias corridas da Iguana Sports, com segurança das vias, falta de iluminação em corridas noturnas, horários mal elaborados em épocas sazionais de muito calor, mudança de locais de largada e chegada em cima da hora, falta de sinalização, falta de atendimento, os orientadores não sabiam orientar, trechos de vias apertadissimas, acidentes de percurso, são inúmeras cenas que já me decepcionei muito e não vou mais em nenhuma deles.
 Uma coisa legal é que eles costumam fazer o evento antes e pós corrida praticamente uma balada, cheio de programações, danças, massagens, músicas e tendas, realmente pra quem não corre muito sério é incrível. É mais lúdico. Divertido. 

Mas durante o trajeto da corrida é muito complicado. A Run The Night de revezamento fica perigosa depois de certos horários, falta de iluminação, sem sinalização de percurso ou de logistica, sem segurança, principalmente pra distâncias acima de 10k. É ruim pra quem fica esperando também. Os próprios funcionários da USP, do estacionamento, avisavam para não ficar ali no carro alguns minutos, esperando alguém, organizando as coisas, etc, por questão de segurança. Mas a balada pós corrida é muito animada!  Com cores, tintas, músicas, etc. 
 RUN THE NIGH: Iluminação apenas na chegada. O percurso todo nessa escuridão. Sem segurança.
Confusão nos postos de revezamento. Muito apertado. (Óbvio que eu tirei a foto depois que acabou a corrida...porque estava tão cheio o local da chegada que nem dava pra ver quem era da sua equipe. O último a correr correu no breu e ruas vazias).


 Circuito W RUN na ciclofaixa, ciclistas não respeitavam o limite da faixa e avançavam. Muito calor, corrida começou tarde.
W RUN: Dia muito lindo, porém muito quente, várias mulheres com baixa de pressão e desidratação, pois a corrida tem apenas 1 ponto de hidratação, e logo no início.

O circuito Athenas em SP é no trecho da Marginal Pinheiros. Dependendo da época do ano é insuportável o cheiro tanto do rio quanto da poluição dos carros passando ao lado.
 Já as corridas noturnas da Gillette Body Experience, por exemplo, pros trechos de 10k a iluminação na Marginal Pinheiros era terrível. Além de ser vazio. Um breu. Nesse ano de 2016, por questões de segurança, não foi permitido montagem de tendas.
 A WRUN já tive experiências boas, logo em 2010, quando era mais vazia, e experiências não tão boas, depois disso. Normalmente é no Jockey Club a largada, mas já foi na ponte "Estaiada", e estava muuuuito frio. O cheiro do rio novamente atrapalhou demais a respiração com o ar bem denso. As fotos do site depois também nunca são as suas..rs.. Quando é no Jockey Club, várias reclamações de furtos de carros na região. Acaba com a experiência de qualquer um, né? As ruas são apertadas pra correr, com galhos e raízes de árvores, pessoas tropeçando, e se você fica pra trás é perigoso. A largada é muito cheia, cerca de 14 mil inscritos. Você pode acabar largando lá atrás e quando chega o sol já está muito forte, calor, com apenas 1 ou 2 ponto de hidratação, bem mais ou menos e nada estratégicos. Essa corrida ainda precisa de grandes melhorias. Não recomendo para quem gosta de correr sério. É mais pra caminhada e lúdico. Se for, vá de taxi até o local, estacionamento caro ou na rua, com risco de furto.

As corridas que eu mais aprecio são as da Corpore, instituição fundada em 1982, já mais de 30 anos em experiência de corrida. É a responsável pela Disney Magic Run, Princess Magical Run, Troféu Zumbi dos Palmares, Centro Histórico de SP, Star Wars Run, e Meia Maratona Internacional da Cidade de SP.  Tudo bem que o Kit não é lá esse glamour, e que da última corrida Star Wars o pessoal reclamou bastante do valor da corrida (R$ 160,00) pelo que vem no kit, ou seja, quase nada.

Star Wars RUN

As da Latin Sports também são bem organizadas, como Track &Field, eles são especializados nessas corridas ao redor do Brasil. Vale super à pena! O númedo de inscritos é limitado, então dá pra correr tranquilo. É mais profissional. O Kit vale o preço, a corrida é bem sinalizada e costuma ter várias tendas com produtos após a corrida pra conhecer e experimentar.

A ATIVO tem grandes parcerias como a NIGHT RUN (realizada no Anhembi, não confunda com a Run The Night da Iguana Sports, na USP), e o famoso Circuito das Estações. 
A NIGHT RUN, como diz o nome, é uma corrida Noturna, é bem sinalizada, a largada é dentro do Sambódromo do Anhembi, super divertida, animada, segura, porém muito cheia. Tão cheia que estraga a corrida. Não tem muitos pontos de água também. Depois que sai do Sambódromo, as ruas ficam apertadas, e você não corre. Parece que está na 25 de março em época de carnaval. Ou lá no sambódromo mesmo na mesma época. Porque tem muita gente mesmo! É dificil a locomoção até o lugar da corrida, pois os estacionamentos são distantes e espalhados. E tem vários clandestinos. O estacionamento do Anhembi fica lotadíssimo e muito transito. Igual quando tem show. Você ja começa o aquecimento para chegar até o local, caminhando muito. Vale pela festa. E só! Correr mesmo, você não corre.




Sobre o Circuito das Estações, foi o único que nunca fiz. Alguém já fez esse? 
No final das contas, quando teve um evento muito elaborado para shows, baladas e programações extra corrida, a corrida em si foi prejudicada. Quando a corrida é boa, o foco não é tão grande nos eventos posteriores. 



Qual foi sua corrida favorita? Teve alguma experiência que não foi muito boa? Deixe seu comentário aqui!

Lolla