6.3.13

Foi dada a LARGADA!!

Fiz a minha primeira corrida do ano, depois da lesão!! Yaaaaayyy!!
Domingo corri a WRUN 2013 (já comento sobre a corrida...)
Depois de 1 ano de treino, voltando praticamente do zero, fazendo fisioterapia, lutando contra o relógio, contra frio nos treinos das 6h da manhã, ou às vezes até as 23h. Lutei contra a balança e com as refeições extra-dieta. 

Ainda não recuperei meu tempo... fiz 4km em 28min, não tenho problema em falar disso, até porque eu quero ver a mudança, faço questão de dizer e me cobro mais até junho. Mas finalmente (e agora posso falar com propriedade, pois já passaram 2 dias), nada de dor no joelho!! Confesso que estava com medo da dor posterior e lá vai mais uma semana de repouso. Por isso não puxei muito o ritmo. Mas não!! Deu tudo certo! 
Acompanhei com o frequencímetro durante toda a corrida (importante pra calcular o pace também).



Agora, sobre a corrida:
Eu já corri outras vezes a WRun, mas dessa vez confesso que me decepcionei com algumas questões que considero importantíssimas na organização de um evento desse porte e público.



- Falta de sinalização: o Jockey Club de SP tem várias entradinhas, escadas, um amplo campo e nenhuma sinalização te levava ao Guarda-Volumes, Ambulatório, largada, etc. Sem falar que bloquearam o estacionamento, algumas ruas estavam com a faixa para ciclista ativa ainda 3min antes da corrida começar (um ciclista furou o bloqueio na maior, quase me atropelou durante a corrida e outras mulheres que estavam ali!)
- Poucos voluntários: mal encontrava pessoas com a camiseta Verde da organização para tirar dúvidas, já que a sinalização estava escassa. 
- Pista muito pequena e justa, principalmente na virada do 2ºkm, divisão mal feita, algumas pessoas perdiam o equilibrio e caiam.
- Como a largada era muito estreita, demorou até o pessoal começar a correr efetivamente. Por isso alguns fizeram um tempo maior que o desejado.
- O Kit também deixou a desejar na qualidade dos produtos.
- Diminuição dos patrocinadores e atividades após corrida. (O gatorade dessa vez estava em copos, após a linha de largada, ha pelo menos meia hora... Ninguem merece Gatorade quente.)




Agora, acho que a pior de todas foi a falta de informação dos voluntários, quando perguntei para um dos moços com a camiseta do evento onde ficava o Ambulatório (já que a sinalização estava ruim dentro do Jockey), para a minha surpresa, ele não sabia informar. Demorou uns 4 minutos para dizer que tinha um Bombeiro ali que tinha acabado de sair. Gente... em um evento desse porte, se alguém tem alguma lesão, ou uma questão médica de emergência, não é possível uma falha dessas. Minutos, ou até segundos já salvaram a vida de muitos.

Vamos prestar atenção, organizadores! Quem nunca correu na vida, a primeira impressão é a que fica. E quem já corre há anos, sabe muito bem a diferença entre um evento bem organizado e um evento mais ou menos.

Maaaaasss ....ainda bem que, como diz o ditado, Deus ajuda quem cedo madruga..rs.. e nos deu um dia lindíssimo!!! Céu azul, temperatura agradável. Mesmo com todos essas questões, eu aproveitei pra relaxar uns minutos depois da corrida só contemplando a minha conquista. Espero que a primeira de muitas esse ano!! ;))










 Enjoy Life